Cultura/Brasil Raiz                                   


Como surgiu o Brasil Raiz
21 anos de muita luta, a serviço da cultura brasileira 

Na foto, o número 1. Assim começou a longa trajetória do Brasil Raiz. De início, valorizando a música caipira. Depois, o samba, enfim a cultura brasileira. Era agosto de 1993. Em agosto de 2014, o jornal chega aos 21 anos.

O jornalista Alarico Rezende, um paulista de Votuporanga, que morou até os 13 anos de idade em Santa Fé do Sul, pertinho do Rio Paraná, naquele 1993, quando foi extinto o caderno "Diário Sertanejo", do Diário Popular, da capital paulista, resolveu criar um veículo que valorizasse a cultura caipira, dando oportunidade ao artista, intérpretes e compositores. O Brasil Raiz nascia na Barão de Tatuí, na Santa Cecília, no escritório de show da dupla Chico Rey e Paraná, na época empresariados por Gracias Porto. 


Com o objetivo de resgatar o melhor das nossas raízes culturais, foi plantada a semente 
do "projeto Brasil Raiz", no ano de 1993. Idealizado pelo jornalista Alarico Rezende, o jornal Brasil Raiz, mais precisamente em agosto daquele ano, ganhava vida.

No começo da década de 1990, antes do Brasil Raiz, o editor atuou como repórter na equipe do Diário Sertanejo, do Diário Popular (hoje Diário de São Paulo), trabalhando ao lado de Donizete Costa, Dirceu Soares, Pedro Vaz, Luiz Bertotti e Cristina Rufatto.
Caderno este que foi extinto no começo de 1993, ou seja, durou dois anos.
O Brasil Raiz a cada edição, desde 1993, procura contar um pouco da história da música caipira, do samba, enfim das nossas raízes culturais.

Em dezembro de 2001, foi criado o Brasil Raiz Online, época em que havia deixado 
de ser editado o jornal impresso. No início, o site era atualizado a cada 15 dias.

Hoje é feito diariamente. Dentro da edição na internet um espaço especial que é o
Brasil Interior, que busca valorizar o turismo, o potencial socioeconômico das cidades brasileiras, na foto à esquerda, a cidade de Chapecó, beleza do Sul do País. Outro importante espaço é a Cozinha Caipira, com o melhor da nossa culinária, com receitas testadas pela editora de culinária Marlene Costa. 

Atualmente, estamos editando a História dos Bairrros da capital paulista, com texto e fotos, que é um projeto de resgatar, valorizar a cultura urbana.


Na mídia – No dia 17 de julho de 2003 o Jornal da Tarde, de São Paulo, publicou entrevista com o editor do Brasil Raiz no caderno de Informática, que contou um pouquinho da história da difícil trajetória cultural, desde a década de 90, quando tudo começou.

O editor costuma dizer ultimamente "que o BRASIL Raiz se popularizou tanto que se tornou um projeto do povo, a serviço da nossa cultura e suas raízes". E que "este projeto só não é maior ainda por falta de sensibilidade da iniciativa privada. Muitos empresários nos apóiam, e a isso somos gratos, mas não o suficiente para crescer a passos largos. A gente espera um dia, quem sabe, poder criar a Fundação Brasil Raiz. Estamos lançando aqui nesse comentário movido a emoção esta semente. Quem sabe?!", reforça o editor Alarico Rezende (Comentário feito no dia 24 de julho de 2005, no Tucuruvi, São Paulo).

Para reforçar o trabalho online do jornal, Alarico Rezende trouxe de volta a edição impressa, ou seja, o jornal Brasil Raiz voltou a circular em junho de 2003. 
Até julho de 2014 já são 139 edições, a serviço da cultura brasileira.

Brasil Raiz: O primeiro formato foi tablóide, com 8 páginas – Tiragem: 10 mil exemplares. Depois passou a ser no formato standard. Atualmente, o jornal é tablóide, o formato original. Periodicidade: mensal. Circulação: Na capital paulista, distribuído em bancas de jornais e distribuição dirigida: Centro Velho, Brás, Tucuruvi, Santana, Jaçanã, Tremembé, Horto Florestal, Vila Sabrina, Vila Maria, Jova Rural, Sobradinho, Vila Guilherme, Fazendinha, Jardim Fontalis, Furnas, Jardim São João, Jardim Corisco, Jardim Joamar e também na estação do Metrô Tucuruvi. Em 2013, ganhou mais força em Guarulhos, em Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba.

 
21 anos a serviço da cultura 
brasileira! 
Em agosto de 2014, completa 21 anos!

Muita dedicação e luta pela preservação dos valores culturais do País, da nossa música, seja moda de viola, samba, forró, baião, xote e os mais ricos gêneros musicais.
 
A história da nossa música e seus compositores.
A cultura das cidades brasileiras,  da cidade de São Paulo e seus bairros.

Todo este tempo de  estrada a serviço da cultura brasileira.
 

A grande popularização do Brasil Raiz fez com que seu editor adotasse o slogan:
O jornal mais afinado com o povo!

Copyright Brasil Raiz - Todos os direitos reservados

VOLTAR